QUERO DOAR

A doação é um acto altruísta e voluntário.

No CETI pode doar ovócitos. A partir do momento em que entra num programa de doação, é submetida a uma série de exames de modo a averiguar se está em condições de doar e será acompanhada por um médico durante todo o processo.

 

Enquadramento legal

O artigo 18º da Lei nº 32/2006 deixa bem claro que é proibida a compra ou venda de ovócitos, sémen ou embriões ou de qualquer material biológico decorrente da aplicação de técnicas de PMA.  A lei portuguesa determina que a doação de ovócitos seja um processo voluntário, de carácter benévolo, em que as dadoras recebem uma compensação económica destinada ao reembolso das despesas efectuadas ou dos prejuízos directa e imediatamente resultantes da dádiva, definida nos termos fixados pelo Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, de acordo com o previsto no nº3 do Artigo 22 da Lei 12/2009, de 26 de Março e no Despacho nº3192/2017 publicado no Diário da República, Série II de 2017-04-17, com o limite máximo correspondente ao dobro do valor do Indexante dos Apoios Sociais, actualmente de 842,64€.

De salientar que, no caso das dadoras femininas que iniciem o processo de doação, e que por alguma razão alheia à sua vontade não o possam concluir, é atribuída uma compensação parcial correspondente a 40 % do valor supra mencionado.

 

Requisitos

 - Ter entre 18 e 34 anos;

 - Ser saudável, sem história de doenças de transmissão sexual, doenças genéticas ou outras;

 - Não ter doado ovócitos mais de três vezes;

 - No caso de já ter doado, ter decorrido mais de 6 meses.

 

 

Ajude-nos a trazer mais felicidade aos casais que nos procuram!

CONTACTOS

Avenida da Boavista, nº 2300, 3º

4100 -118 Porto

226 076 530

i006572.png

© COPYRIGHT CETI 2006-2019 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS - DESIGNED BY MAR DIGITAL